Perdido nos Sonhos

Resenha: Se eu ficar

/
3 Comments
Se Eu Ficar, é um livro escrito pela autora Gayle Forman, publicado no Brasil pela editora Novo Conceito, com 224 páginas, onde após um acidente pela próximas 24 horas, Mia se ver presa em um quarto de hospital tentando compreender o que aconteceu antes e depois do acidente mas acima de tudo, ela precisa fazer uma escolha mais difícil de todas.



No livro vamos conhecer a história da Mia e sobre a sua grande ligação com a música.  Logo no começo vemos aquele velho ditado de que as coisas na vida de alguém pode ter uma grande reviravolta em um piscar de olhos. Em uma manhã como qualquer outra, Mia junto de sua família decidem sair para passear. Uma noticia no rádio informa que não haverá aulas nas escolas então isso significa que para Mia e Teddy (seu irmão mais novo) o dia está livre para aproveitar com todos e com esse pensamento todos decidem visitar a casa dos avós.

Mia desde de cedo sente-se como se ela fosse uma intrusa na família, por seu gostos serem voltado para música clássica enquanto sua família é punk, enquanto todos são muitos festeiros e engraçados, Mia é muito reservada e na dela, mada nada disso diminui seu amor por sua família. Normalmente ela passa o tempo, tocando seu violoncelo, com sua família e com seu namorado, Adam.

Mas é no caminho da ida de toda a família para a casa dos avós que acontece o inesperado. De forma rápida e confusa tanto para o leitor quando para a própria Mia, ela está no carro com a sua Família, mas em outro, ela está parada no asfalto gelado e coberto por neve, enquanto olha os corpos de seus familiares e ao seu próprio estirados e cobertos de sangue. Mia acompanha todo o processo de tentativa de reanimação, acompanha a viagem de seu corpo até o hospital e até mesmo a sua própria cirurgia, tudo como uma observadora oculta vendo a si própria passando por tudo.

Mia presencia sem ser vista tudo ao seu redor, sua melhor amiga Kim na rezando por ela, vê seus parentes tios e avós desolados por ela e vê Adam. Em meio a todo esse desenrolar da história, Mia nos proporciona vários flashback próprios com sua família, amigos e Adam, cada pensamentos, cada sentimento e cada parte engraçada e inocente que ela tem em sua vida. Mas cabe a Mia ter que tomar uma decisão que está apenas em suas mãos, a decisão mais difícil que ela já teria tomado até então.


Ao final da leitura (e até durante ela mesmo) o livro vai trazer vários momentos reflexivos para o leitor (assim como me trouxe) sobre a importância das pessoas em nossas vidas, sejam amigos ou familiares. O livro tem uma narrativa simples e direta, mas assim como Mia nos vemos perdidos em alguns momento da história e junto dela vamos descobrindo e entendendo tudo o que está acontecendo de forma mais clara. Uma coisa que me surpreendi foi com a personagem principal, pois Mia aparenta ser uma garota frágil, mas ela se mostra como uma garota forte e junto com o amor familiar que ela sente dentro de si ela consegue ter mais forças para se manter firme.


Mas e vocês, o que acharam do livro? Eu sei, estou bem atrasado em trazer essa resenha para o blog apenas agora, afinal, até filme já saiu hahahaha. As fotografias do livro foram tirada pela mais nova autora aqui do blog, Kellen, espero que a recebam bem em sua futura primeira postagem aqui no blog <3

Então é isso, um grande abraço e até próxima x)

Onde me encontrar:


Você também deverá gostar de:

3 comentários:

  1. Oi
    Muito boa sua resenha, eu gostei do livro e achei emocionante fiquei com uma dó da Mia pois a coitada perde tudo e mergulhar nas lembranças dela foi dolorosa. Uma boa leitura.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ao passar pela net afim de encontrar novos amigos e divulgar o meu blog, me deparei com o seu que muito admiro e lhe dou os parabéns, pois é daqueles blogs que gostaria que fizesse parte de meus amigos virtuais.
    Pois se desejar visite o Peregrino E Servo. Leia alguma coisa e se gostar siga, Saiba porém que sempre vou retribuir seguindo também o seu blog.
    Minhas cordiais saudações, e um obrigado.
    António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Olá :D
    Não tive a oportunidade de ler o livro ainda mas já vi o livro e fiquei bem emocionado. Acredito que no livro eu tb vá chorar hsuahsuas
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir